Jogos de Palavras

http://3.bp.blogspot.com/-18Yu3v4zbJI/T_YF6sXm6GI/AAAAAAAABoQ/ejVZMFuu6z8/s1600/imagem+2.jpg

Myriam Valentina

Myriam Valentina

Musique


sexta-feira, 15 de janeiro de 2010






Beijei teus lábios e senti a doce cicuta dos poemas
Amei tua pele lógica e de inconstâncias
Você me desejou. Sou tua antítese
Curvei-me e senti tua crueldade
Desenhei-te em folhas brancas
Na página ficou o negro das letras
Te dei forma e constância
Cai como pássaro azul
Do céu ao inferno banida
Numa queda inexpressiva
Tornei-me perplexa e confusa
A história escorreu na pedra do acaso
Como bicho fome repete o instinto
Caminha com imaginação na superfície do papel
Que fúria te assola as costas áridas?
Palavras já se tornaram desnecessárias
Juras de amor feitas de futilidades
O lençol de seda manchado de lágrimas
Era um modo de calar meia verdade ou falsas mentiras

~Myriam Valentina~





Nenhum comentário:

Seguidores