Jogos de Palavras

http://3.bp.blogspot.com/-18Yu3v4zbJI/T_YF6sXm6GI/AAAAAAAABoQ/ejVZMFuu6z8/s1600/imagem+2.jpg

Myriam Valentina

Myriam Valentina

Musique


quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010






Choviam palavras não ouvidas
Entre a luz e a sombra ficaram pequenos reflexos
Metáforas criadas perdidas no tempo
Poesias trazidas e levadas pelo vento
Num silêncio perfeito foram observados todos os movimentos
Mercadorias vendidas sob a pele de doces palavras
Encantamentos, enganos e desejos
Disfarçados de esperanças doados sutimente
Pequenos pontos ligados por linhas invisíveis

Olhando ao longe à sombra da videira
Não permito suicidar o meu canto
Deixo brotar à margem do crepúsculo flores de encantamento
Desenho de azul mistico meus sonhos
Retiro dos meus olhos vendas étereas
Cristalinos vêem além do que aparentemente é certo
Neste imenso cenário de certezas e jogos
Coube meu poema para ti refletido na visão da alma
Feito de pétalas enluaradas e ecos de flautas
Criado numa taça de cristal e luz incandescente

~Myriam Valentina~







Nenhum comentário:

Seguidores