Jogos de Palavras

http://3.bp.blogspot.com/-18Yu3v4zbJI/T_YF6sXm6GI/AAAAAAAABoQ/ejVZMFuu6z8/s1600/imagem+2.jpg

Myriam Valentina

Myriam Valentina

Musique


quinta-feira, 20 de maio de 2010




Na despedida do passado
Geramos um distanciamento interior
Como um trem em marcha
Vamos seguindo outras fronteiras
Com uma clareza que revela significados
Deixando na estação um pedaço de si próprio
Colocar a mala no bagageiro e seguir

Possibilidades se concretizam
Num sentimento de claro dia primaveril
A realidade simples e pura
Uma nova forma diferente de lucidez
Ver as primeiras pinceladas de um retrato futuro
Os textos antigos não mais lidos e compreendidos
Uma metáfora camuflada sob a folhagem murcha de uma biografia


~Myriam Valentina~


4 comentários:

Fada do Mar Suave disse...

Amigo

Meu amigo pena
Mas que não pena por algo
Que não seja um penar pensado.
Meu amigo pensa
Mas que não pense por algo
Que não seja um pensar penado.
Porque nada que não valha a pena
Deve ser pensado pensa nisso.
Porque nada que um pensar não valha
Deve ser penado.

Roberto Queiroz

Uma visita amorosa na beleza da poesia de seu espaço.
Com amor da Fada do Mar Suave.

Crista disse...

..........................
Uma metáfora camuflada sob a folhagem murcha de uma biografia

Só tu para escrever assim!
Myriam...te admiro demais da conta!
Beijos...

Wanderley Elian Lima disse...

Olá
Como sempre, brilhante.
Bjs

Myriam Valentina disse...

Obrigada querido amigos. Me sinto feliz em tê-los no meu círculo de amizade.
Beijos

Seguidores